Varizes

Todos queremos ter pernas saudáveis, bonitas e poder exibi-las, sem vergonha ou preocupação. No entanto, não é somente por uma questão estética que devemos cuidar das varizes, quando elas se apresentam.

Você sabia que as varizes podem cursar com dores e inchaço nas pernas, além de poderem gerar complicações, tais quais a tromboflebite, a hipodermoesclerose e a úlcera varicosa?

As varizes de membros inferiores são um clássico exemplo de que prevenir e tratar precocemente é sempre melhor!
Hoje em dia, dispõe-se de um arsenal terapêutico bastante diversificado, cada qual com sua indicação e aplicabilidade.
Assim, se você nota veias dilatadas em seus membros inferiores, procure um cirurgião vascular para que seu caso possa ser adequadamente avaliado e o método terapêutico que mais se ajuste às suas características e necessidades, lhe possar ser indicado.

Sobre a cirurgia de varizes

Todo mundo tem um conhecido, que já foi operado de varizes dos membros inferiores e que, com o tempo, apresentou novas varizes nos mesmos.
Uma coisa que precisa ser compreendida é que as varizes são manifestações clínicas de uma afecção denominada Doença Venosa Crônica (DVC).
Como fatores que a promovem, temos a tendência genética, questões hormonais, número de gestações, obesidade, hábitos, entre outros.
Uma cirurgia de varizes não garante que outras varizes nunca mais irão surgir (tal como uma lipoaspiração não pode garantir que o indivíduo
nunca mais perderá suas medidas).

Para podermos exercer uma influência efetiva e favorável a essa questão, se faz necessário o controle da DVC, através da aquisição de bons hábitos
e abandono de maus hábitos à saúde venosa, tais como: a adequação do peso corporal; a suspensão do tabagismo; a prática regular de exercícios
físicos; além do uso de meias elásticas, quando recomendação médica.

Em resumo, disciplina e comprometimento são dois fatores fundamentais para a boa saúde vascular das suas pernas!
Pronto para dar esse passo?

Dra. Taís Mori Cirurgiã Vascular CRM 102.600 RQE 56.399

Compartilhar:

Outros Artigos:

Diarreia associada ao uso de Antibióticos

O uso de antibióticos está associado a uma variedade de efeitos colaterais, sendo mais comuns aqueles relacionados ao trato gastrointestinal, como náuseas e diarreia. Epidemiologicamente,