Parceria em defesa do sono

A convite do presidente da Associação Brasileira de Medicina do Sono ABMS, Dr. Edilson Zancanella, a Associação Paulista de Medicina de Indaiatuba teve a honra de estar presente na cerimônia de lançamento da Frente Parlamentar em prol da saúde do Sono, que se deu na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo no último dia 15 de março de 2024.

Os atores, políticos e médicos, assim como as Sociedades Médicas envolvidas, se propuseram a discutir o impacto do sono de má qualidade na sociedade.

Na mesa, a presença de expoentes oriundos de diversos setores da sociedade e de diversas áreas, desde Política até Sanitária, Neurologia, Cardiologia, Otorrinolaringologia, Psiquiatria, Psicologia, Gastrocirurgia, entre outras, demonstra o caráter transversal do tema.

A alta incidência do sono de má qualidade engendra doenças e estabelece uma retroalimentação viciosa e crescente, que mina e ameaça a qualidade de vida e, eventualmente ceifa vidas.

Seus custos, podem ser estimados em montantes financeiros astronômicos, em morbidade e mortalidade que poderiam ser mitigados através de ações incisivas de educação em saúde e de uma legislação mais realista.

Trata-se de uma nobre iniciativa, que coloca em evidência um problema de saúde pública que impacta, demasiado, a sociedade moderna e que precisa ser enfrentado com implementação de estratégias mais assertivas de políticas públicas, que possam se apropriar de ferramentas de educação em saúde, até instrumentos legais.

Tiveram e sempre terão o nosso total apoio, enquanto Associação Médica.

Dr. Gabriel C. Alvarenga – Presidente da APM Indaiatuba

Compartilhar:

Outros Artigos:

Dengue

Vocês devem ter ouvido em algum momento que estamos vivendo uma epidemia de Dengue no país. Imagino que já tenham feito a remoção dos possíveis

A escolha de um caminho

O momento requer muita calma e reflexão, porém quem deixou para se decidir em período de campanha corre o risco de empenhar mal o seu