Educação Médica Continuada

A formação médica continua sendo um grande problema para a saúde pública em nosso país.
Abertura indiscriminada de faculdades de medicina e formação acadêmica deficitária representam problemas importantes e provocam grandes impactos na saúde de nossa população.

A formação de médicos especialistas continua prejudicada. Muitos profissionais não tem acesso a formação com residências médicas adequadas e o resultado é a carência de profissionais com o treinamento adequado em diversas especialidades.
O interesse empresarial tem se voltado para a abertura de faculdades de medicina que promovem ganhos importantes aos seus investidores. Já a residência médica que se realiza pelo treinamento em serviço não gera o mesmo interesse de empresários.
O resultado é uma formação acadêmica inadequada em muitos casos, levando a deficiências na atenção básica em saúde, somando-se à limitação de médicos especialistas.

Precisamos investir na educação médica continuada e na atualização dos profissionais médicos. A residência médica é a única via de formação de especialistas e precisa de investimentos e fiscalização para que possa cumprir adequadamente sua importante missão.
É preciso que todos os médicos se envolvam e participem ativamente deste processo de discussão sobre a formação do médico e sua especialização. A questão de formação acadêmica não pode ser deixada a cargo de interesses econômicos ou setoriais.

A Associação Paulista de Medicina tem se dedicado à questão da formação continuada de forma intensa e dedicada ao longo de toda sua história. Precisamos da colaboração de todos os colegas para a transmissão de conhecimentos de qualidade para que possamos oferecer serviços de qualidade à população. A formação adequada de profissionais é de extrema importância para os profissionais médicos e para a população em geral.

Dr. Francisco C. Ruiz – Presidente da APM Indaiatuba

Compartilhar:

Outros Artigos:

Dicas de Cinema: Pinocchio

Um personagem incrível, universalmente conhecido, vivendo aventuras fantásticas, nasceu da pena do escritor italiano Carlo Collodi, no final do século XIX: Pinocchio. O boneco de

Dicas Culturais – Cinema

ILUSÕES PERDIDAS (Ilusions Perdues).  França, 2021.  Direção: Jacques Audiard.  Elenco: Benjamin Voisin, Cécile de France, Vincent Lacoste, Salomé Dewaels, Xavier Dolan, Gérard Depardieu.  149 min. O filme “Ilusões Perdidas”, dirigido