Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI)

A DMRI é uma patologia que ocorre, predominantemente, em pacientes idosos e é uma das principais causas de cegueira no mundo. Essa doença acomete uma região da retina denominada mácula, estrutura responsável pela visão central nítida e detalhada, necessária para atividades como leitura e reconhecimento facial.

Existem dois tipos de DMRI: seca e úmida. A DMRI seca é a forma mais comum e caracteriza-se pelo acúmulo de drusas (depósitos de resíduos) na mácula. A visão central diminui gradualmente. A DMRI úmida ou exsudativa é menos comum e mais grave. Nesse tipo, ocorre o crescimento de vasos sanguíneos anormais
sobre a mácula, o que causa o vazamento do sangue e danos na região. Pode levar á perda da visão mais rápida e acentuada.

Os fatores de risco para a DMRI são: idade avançada, predisposição genética, exposição à luz solar UV, hipertensão, obesidade, dietas pobres em antioxidantes e ricas em gorduras e tabagismo.

Embora não haja cura, existem tratamentos disponíveis, especialmente para a forma úmida, como medicamentos anti-VEGF para uso intraocular, que podem retardar a progressão da doença e preservar a visão.
A detecção precoce é fundamental para um bom diagnóstico.

Consulte um oftalmologista regularmente, especialmente se você estiver dentro do grupo de risco.

Dra. Janete Costa – Oftalmologista | CRM 59.466 – RQE 2702 | @dra.janetecosta

Compartilhar:

Outros Artigos:

Carlos Alberto Machado

Ultrassonografista Especialidade: Ultrassonografia Endereço: Clínica Integrativa Spadella e Pestana | Av. dos Trabalhadores, 116 – sala 610 – Vila Castelo Branco, Indaiatuba – SP Telefone:

Novas Tendências para 2024!

O ano de 2024 já nos promete um início leve e é exatamente nesse quesito que a arte e a decoração será baseada esse ano