Artrite Reumatoide e o Pé – As deformidades mais comuns

A artrite reumatoide é uma doença crônica das articulações, sendo caracterizada pela inflamação de várias juntas.
Isto ocorre devido a alterações do sistema imune do corpo, que ataca o próprio organismo e provoca uma inflamação capaz de danificar diversos órgãos. Estas são as conhecidas doenças autoimunes.
Os sintomas da artrite reumatoide geralmente incluem dor, inchaço, rigidez, fraqueza e vermelhidão.
Seu diagnóstico se dá por meio da identificação de alguns pontos como: presença de rigidez matinal prolongada, juntas inflamadas e doloridas, persistência de dor intensa, entre outros.
Alguns exames complementares podem ser solicitados pelo médico para a confirmação do diagnóstico.
Uma das consequências da artrite reumatoide é a deformidade que ela causa nos pés e nas mãos do paciente.

Veja algumas das mais comuns:
– Dedo em malho: consiste na flexão plantar do dedo, podendo formar uma calosidade na parte de cima, na ponta do dedo. É mais comum em dedos longos e acomete principalmente o segundo e o terceiro dedos;
– Dedo em martelo: a deformidade ocorre na interfalangiana distal, sendo mais comum em dedos longos;
– Dedo em garra: é a hiperextensão (para cima) da articulação que une o dedo ao resto do pé e da flexão (para baixo) da articulação do meio do dedo.

Há ainda outras deformidades não tão prevalentes, como: dedo em ventania, pescoço de cisne (nas mãos), hálux valgo grave e pé plano valgo.

O tratamento indicado pelo médico cirurgião dependerá do grau de rigidez da deformidade.
A expectativa é a breve diminuição das dores e da rigidez matinal, devolvendo assim,
qualidade de vida ao paciente.

Dr. Raphael Netto Silveira – Ortopedia e Traumatologia – Cirurgião de Pé e Tornozelo
CRM 158.575 TEOT: 13387 e RQE: 56869

Compartilhar:

Outros Artigos: