× Home Diretoria APM News Eventos e Congressos Classificados Clube de Benefícios Área do Associado Associe-se Publicidade Localização Fale Conosco
Indaiatuba, 30 de Novembro de 2021
Dúvidas? Entre em contato: (19) 3875-7200
Publicado em 22/11/2021 às 17:48:47
Categoria: Artigo
Novembro Roxo – Mês da Prematuridade


Em 17 de novembro comemora-se o Dia Internacional da Prematuridade. O mês de novembro é dedicado à atenção voltada para a prematuridade, também conhecido como Novembro Roxo. A cor escolhida como símbolo representa a sensibilidade e a individualidade de cada bebê prematuro e também a transformação, algo visível para quem acompanha o desenvolvimento desse bebê.

É considerado prematuro o nascimento que ocorre antes da 37ª semana de gestação.

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil ocupa a 10ª colocação dos países com mais partos prematuros no mundo. Além disso, 15 milhões de bebês nascem antes do tempo por ano no mundo. A prematuridade é a primeira causa de morte em crianças menores de 5 anos.

São diversas as causas que podem levar à prematuridade: gemelaridade, infecções, doenças crônicas maternas como diabetes e hipertensão, influência genética; entretanto, frequentemente nenhuma causa é identificada.

Neste ano, o foco da campanha é a separação zero entre mãe e bebê prematuro, ou seja, permitir que a mãe tenha condições de ficar internada para acompanhar o filho prematuro o tempo todo e que o pai também tenha livre acesso. 

Um ponto a ser destacado é que os bebês prematuros são os principais receptores dos Bancos de Leite Humano, pois muitas vezes a mãe teve um problema de saúde que levou à prematuridade e, inicialmente, não consegue alimentar o filho. Também merece atenção o fato de que a vida de mãe de UTI não é fácil, ela pode não conseguir produzir o volume necessário de leite para seu bebê quando ele aumenta a dieta.

É de fundamental importância a manutenção dos estoques de leite materno com campanhas de conscientização da doação.