× Home Diretoria APM News Eventos e Congressos Classificados Clube de Benefícios Área do Associado Associe-se Publicidade Localização Fale Conosco
Indaiatuba, 30 de Novembro de 2021
Dúvidas? Entre em contato: (19) 3875-7200
Publicado em 25/10/2021 às 10:23:47
Categoria: Artigo
Setembro Amarelo.


Setembro foi o mês da atenção ao suicídio. A Sociedade Brasileira de Pediatria emitiu um documento de alerta sobre o aumento de doenças psíquicas nas crianças e adolescentes por conta da pandemia.

Tudo mudou: a escola, maior permanência em casa, aumento do tempo de telas, etc. 

Uma metanálise que avaliou dados de 29 estudos, com 80.879 jovens de todo o mundo, concluiu que a incidência de depressão e ansiedade infantil e no adolescente foram da ordem de 25,2% e 20,5%, respectivamente. Isso significa que a prevalência de sintomas de depressão e ansiedade durante a Covid-19 dobrou, em comparação com as estimativas anteriores.

Como estamos cuidando disso?

A dica: “Há evidências sólidas de que criar e possibilitar o acesso de crianças, jovens e famílias a espaços naturais diversos e acolhedores pode contribuir muito para a recuperação de sua saúde e bem-estar, bem como para o fortalecimento de vínculos e conexões sociais.” O benefício para a saúde mental com redução do estresse contínuo e dos sintomas de depressão e ansiedade (relação com o reequilíbrio do hormônio cortisol) é gigantesco. Além disso, as atividades físicas podem acelerar a recuperação das infecções respiratórias por seus efeitos positivos na imunidade, no sono, na pressão arterial, no controle do peso e na glicemia.

Siga no instagram: 

   @marciopediatra