× Home Diretoria APM News Eventos e Congressos Classificados Clube de Benefícios Área do Associado Associe-se Publicidade Localização Fale Conosco
Indaiatuba, 02 de Dezembro de 2020
Dúvidas? Entre em contato: (19) 3875-7200
Publicado em 24/11/2020 às 09:04:00
Por: Dr. Eduardo Pereira dos Santos - Nutrologia e Gastroenterologia
Categoria: Notícia em Destaque
Grãos, sementes e seus benefícios


Ultimamente, o consumo de grãos e sementes vem aumentando, principalmente pelos que procuram um estilo de vida mais leve, alternativo e saudável.
Essa fama se deve porque eles são excelentes fontes de fibras insolúveis, ricas em magnésio, selênio e gorduras poliinsaturadas. Assim eles promovem alguns benefícios para saúde, como regularização do trato gastrointestinal, proteção contra as doenças cardiovasculares, diminuição do colesterol e de inflamações e aumento da massa magra. São fortes aliados da saúde por conter elevados níveis de nutrientes.
Quando em sua versão integral, esses alimentos são capazes de saciar a fome e prover melhorias no metabolismo, além das fibras, vitaminas e minerais, esses alimentos também são fontes de antioxidantes, aminoácidos e ácidos essenciais para a saúde.
Esses alimentos são fáceis de encontrar ao longo de todo o ano em supermercados e mercearias.

• Sementes de girassol: proteção cardiovascular, fonte de proteína vegetal, poderoso antioxidante, rico em vitamina E e ácido fólico.

• Quinoa: fonte de energia ( 100g = 368kcal), fonte de proteína (lisina), não contém glúten, fonte de fibras, rica em vitaminas do complexo B e vitamina E, excelente fonte de ferro, cobre, cálcio, magnésio.

• Chia: fonte de ômega-3, antioxidantes, fonte de fibras e vitaminas e possui alto valor nutricional.

• Linhaça: ajuda no controle de diabetes, tratamento de asma, alivia sintomas de TPM, reduz o excesso de sódio sanguíneo.

• Aveia: alto nível de fibras, fornece energia, ajuda na perda de peso e ganho de massa muscular, melhora a saúde cardiovascular, diminui o nível de colesterol e aumenta a força do sistema imunológico.

Que tal mudar seus hábitos alimentares?